Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Ex-vereadora de Feijó é presa acusada de planejar a morte do próprio marido durante emboscada

A ex-vereadora de Feijó, Marleidy Dourado, 36 anos, foi presa pela Polícia Civil suspeita de ter planejado a morte do próprio marido, José Nilson Thaumaturgo Ferreira, 56 anos, presidente municipal do PT na época. A prisão ocorreu na sexta-feira (10) no bairro Irineu Serra, em Rio Branco.
O crime de assassinato ocorreu em 2010, e em 2013 Marleidy já havia sido condenada pelo envolvimento na morte do mardio, mas ela recorria da pena em liberdade.
De acordo com investigação da polícia, a ex-vereadora forjou a morte do marido enquanto se dirigiam de motocicleta a um aniversário na cidade de Tarauacá. Segundo a polícia, em uma parte da viagem Marleidy pediu para o marido parar a moto com a desculpa que ela precisava urinar, mas na verdade o amante da ex-vereadora e mais dois homens já aguardavam o casal no local. Nilson foi morto a pauladas.
Na época, em depoimento na delegacia, Marleidy disse que o casal sofreu um acidente de trânsito e seu marido não resistiu aos ferimentos. O laudo apresentado pelo IML, entretanto, aponta que a vítima apresentava hematomas e teve uma morte violenta, que não foi ocasionada por um acidente de trânsito.
Com informações do G1