Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Por 15 a 5, comissão no Senado Federal aprova impeachment de Dilma

Dirigentes tucanos já negociam com o vice-presidente Michel Temer um acordo político para conseguir eleger o deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB-BA) para a vaga de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no comando da Câmara. As conversas foram antecipadas por causa da decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender o mandato de Cunha. A ideia dos tucanos, que teria a simpatia de Temer, é impedir que Cunha, mesmo afastado do posto, eleja um sucessor ligado politicamente a ele.


Eduardo Cunha quer para sua sucessão Rogério Rosso (PSD-DF) ou Jovair Arantes (PTB-GO). O grupo do peemedebista avalia que, se ele renunciar logo, será mais fácil eleger um aliado, surfando no corporativismo da Casa. Se demorar, Cunha será esquecido em 15 dias.