Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Polícia Federal prende 4 médicos sem CRM que atuavam em Rio Branco, Epitaciolância e Brasileia

Durante coletiva de imprensa da Polícia Federal sobre a operação “Cartas Chilenas”, deflagrada na madrugada desta segunda-feira (9), o delegado Daniel Collor informou que além dos crimes de desvio do dinheiro público nos municípios de Pauini, Manaus, Boca do Acre, Rio Branco, Epitaciolândia e Brasileia, foram cumpridos 4 mandados de prisão de médicos contratados na capital acreana e interior do Acre que atuam em postos de saúde e hospitais sem possuir registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Segundo Daniel Collor, dos mandados cumpridos no Acre, dois foram em Rio Branco, um em Epitaciolândia e outro em Brasileia.


“O caso dos ‘falsos’ médicos continua sendo investigado pela Polícia Federal, uma vez que temos denúncias de que a maioria dos médicos contratados não estão devidamente regulados dentro da medicina e por enquanto não podemos revelar detalhes de onde esses médicos os quais cumprimos os mandados atuavam para não atrapalhar o restante das investigações”, explicou o delegado.