Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Governador diz que vai permanecer ao lado de Dilma e chama impeachment de golpe a democracia brasileira

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (11) na Casa Civil, para falar sobre o reforço da agricultura familiar no Estado, o governador Tião Viana quando perguntado sobre a votação no Senado disse que vai esperar a presidenta embaixo da rampa do planalto em Brasília para manifestar seu apoio.
“Estou indo hoje para Brasília e vou estar no momento, se ela for de fato afastada, esperando a presidenta lá em baixo da rampa do Planalto e dizendo como governador do estado, que tenho mais elevado respeito pela dignidade dela, falar da gratidão que tenho por tudo que ela deu ao Acre e que estaremos na chuva e no sol ao lado dela. Estarei honrando.”, disse o governador.
Sobre a passagem para o governo Michel Temer, caso seja aprovado o afastamento da presidente no senado, o governador enfatizou que vai permanecer na condição de oposição e titulou o processo de impeachment contra a presidente de “Golpe a democracia Brasileira”.

“Caso o vice presidente assuma, saberá de forma natural que meu papel será de oposição. Não acho que o governo dele seja legítimo, mas, nem por isso vou deixar de ter o respeito institucional que devo ter... e assim caminha a luta entre o golpe de Estado, que está sendo dado a democracia brasileira e aqueles que acreditam que a autoridade suprema do voto, deverá sempre ser respeitada para o bem do presente e das futuras gerações”. Finalizou Tião Viana.