Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Após denunciar ministro de Evo Morales por corrupção, jornalista foge pede asilo no Acre

O jornalista do jornal Sol de Pando, de Cobija, Wilson García, está pedindo refúgio no Brasil. Ele denunciou o suposto envolvimento do ministro de Estado Juan Ramón Quintana, um dos mais próximos ao presidente da Bolívia, Evo Marales, com grupos de narcotraficantes e com atos de corrupção. Após isso, o repórter afirma que está sofrendo perseguição política no país.

jornalsta_01Asturrizaga, chefe do Sol de Pando Cobija, confirmou ao El Deber que Garcia disse “adeus” a ele e que estaria fugindo para o exterior. Já no Brasil, o jornalista afirmou que em havendo um pedido de prisão contra ele, de pronto, um pedido de asilo ao governo brasileiro estaria oficializado. Isso, conta, ocorreria por meio da Igreja Católica. Em caso de existirem garantias de liberdade, o jornalista teria afirmado que retornaria á Bolívia.

No Twitter, García escreveu o seguinte: “Acabo de chegar ao Brasil para reguardar minha integridade física e a minha liberdade. Deixo em Cochabamba a minha família desprotegida, e não vou lhes perdoar se voltarem a agredi-los. Informo a você, Juan Ramón, que meu pai estpa hospitalizado em estado de saúde terminal. Espero que me deixe voltar ao meu país o mais rápido possível”.

Em entrevista à imprensa boliviana, contudo, o ministro do Governo, Carlos Romero, classificou a postura de Garcia como “política” e disse que uma decisão judicial deveria ser tratada como tal, e não como “perseguição política”.
João Renato Jácome*Com informações de El Deber, da Bolívia