Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Polícia Civil desvenda furto de motos no pátio do Detran em Brasileia

Investigadores da delegacia de Brasiléia, cidade localizada na fronteira do Acre com a Bolívia, conseguiram identificar, ao menos, sete pessoas que estariam envolvidas direta e indiretamente no furto de motos apreendidas que estavam no pátio do Detran da cidade.
Os furtos ocorreram no último dia 12, quando os funcionários perceberam que algumas motos estariam faltando no pátio. Com acesso ao sistema de vigilância instalado no prédio, confirmaram que algumas pessoas arrombaram o cadeado do portão para praticar o furto.
Foi descoberto que os suspeitos levaram, ao todo, quatro motos e estariam vendendo por preços irrisórios no mercado paralelo da zona rural do município, onde ocorre pouca fiscalização. Brasileia possui a maior malha viária rural do Estado, com mais de 1.300 km de extensão.
Com a equipe da Polícia Civil em campo, foi descoberto que dois menores de 17 anos, na companhia de Rômulo Meireles Neto, praticaram o crime. Os veículos também eram ‘depenados’ e tinham suas peças vendidas separadamente.
Após chegar aos envolvidos, os investigadores descobriram que parte das peças das motos roubadas eram enterradas, numa tentativa de não deixar rastros para as autoridades. Uma das motos, modelo Honda/Broz, ano 2014, que aparece nas imagens do sistema de segurança também foi enterrada.
Nesse meio, quatro pessoas foram identificadas por aceitar a compra dos veículos. Estes foram indiciados como receptadores e terão que se explicar para a Justiça, uma vez que é crime receber e/ou comprar objetos furtados e roubados.
Rômulo foi preso em junho de 2014 por participação num assalto ocorrido no km 26 da BR 317 (Estrada do Pacífico), quando mantiveram as vítimas sob mira de armas e ameaças, além de troca de tiros com policiais ao serem abordados na madrugada.

As motos e peças recuperadas foram levadas para o pátio da delegacia de Brasiléia, onde o caso será conduzido pelo delegado titular.