Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Chuva alaga ruas e invade casas em Rio Branco.

A chuva que atingiu Rio Branco o dia todo desta segunda-feira, 29, alagou casas e ruas em vários bairros. A prefeitura de Rio Branco informou que choveu 62 milímetros em cinco horas, água suficiente para deixar vários acessos interditados, literalmente debaixo d’água. Bueiros entupidos, obras inacabadas e redes de drenagem com falhas que não suportam o volume de água provocaram os alagamentos.
Moradores da avenida 07 de Setembro, no bairro Nova Esperança, estão entre os mais prejudicados pela chuva. Não é a primeira vez. Nesta segunda-feira, as águas voltaram a alagar casas no bairro causando enormes prejuízos aos moradores. As águas são de um canal que passa pelo bairro. As obras mal executadas pelo Depasa acabaram agravando a situação, reclamam os moradores.
O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre Viana, esteve no local com assessores e prometeu um serviço de emergência no canal já na manhã desta terça-feira. “Esse foi um dos maiores transtornos que a gente teve. Lá nós vamos mobilizar uma escavadeira para fazer a abertura do canal. Lá nós temos dificuldade para encontrar uma solução definitiva. Por isso eu mesmo fui. E a gente amanhã entra com uma equipe da Semsur abrindo o canal com o apoio do Depasa.”
Outro ponto de alagamento, na avenida Ceará, também receberá intervenção do Município. “Na avenida Ceará perto do Palácio do Comércio nós vamos fazer um reforço de drenagem naquele ponto que desce para o Canal da Maternidade. Tomamos a decisão hoje. A decisão é fazer mais uma boca de lobo e uma linha de drenagem descendo para o Parque da Maternidade.”
O meteorologista Davi Friale informou que a primeira semana de março será de intensas chuvas no Acre. Segundo Friale a elevada umidade do ar, originária do oceano Atlântico, provocará o surgimento de nuvens espessas na região.
“Assim, as condições atmosféricas estarão favoráveis à ocorrência de chuvas intensas, muitas vezes, fortes, principalmente, nos vales dos rios Juruá, Tarauacá, Purus, Iaco, Acre, Abunã, Mamoré, Guaporé e na maior parte do Peru e da Bolívia.
Essas chuvas, na região, serão diárias, muitas vezes, prolongadas, pelo menos até o próximo domingo, dia 6 de março. Em alguns pontos, as chuvas poderão dar uma trégua,um ou outro dia, mas choverá bastante nas proximidades”, diz Friale.( Luciano Tavares, da redação ac24horas)