Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Cansados de esperar por convocação, aprovados em concursos fecham rua e cobram posição do MPE

Cerca de 80 candidatos que foram aprovados nos dois últimos concursos realizados para provimento de cargos na Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) estão, desde às 8h30 desta terça-feira (15), na rua Marechal Deodoro, em um ato de protesto.

O objetivo, segundo a organização, é chamar a atenção de autoridades para os aprovados, nos editais de 2013 e 2014, que ainda não foram convocados.

Os manifestantes começaram o ato na cabeça da Coronel Sebastião Dantas, e, munidos de cartazes e faixas, interromperam parcialmente o trânsito no local. A expectativa é de que os manifestantes sigam pela Rua Marechal Deodoro e façam parada em frente ao prédio Sesacre, localizado na esquina com a rua Benjamin Constant.
Logo após, os manifestantes continuam caminhada e devem fazer nova parada em frente à sede do Ministério Público Estadual (MPE). Charlton Lopes, que foi aprovado em um dos editais e está dentro do número de vagas para o cargo de condutor de ambulância, participa do protesto e busca posicionamento do MP em relação à situação dos aprovados.

“Gostaríamos de saber, acima de tudo, por que o MP no Acre não se posicionou com relação ao caso. Tivemos casos semelhantes nos Estados do Maranhão, Pernambuco e Amazonas, e o mais interessante é que os órgãos, nos respectivos Estados, deram causa favorável aos aprovados. Faremos parada em frente ao MP e exigiremos, além de um posicionamento concreto, o MP estabeleça prazos para que o poder público efetive esses profissionais, já que os serviços estão precários e a população anseia por profissionais na área”, afirma ele.


A expectativa é de que o manifesto só tenha fim após esse posicionamento por parte do MPE.