Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Sesacre divulga dados epidemiológicos sobre zika e chikungunya

O Departamento de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), divulgou o quarto Boletim Epidemiológico de 2016, nesta terça-feira, 2.

De acordo com o boletim, de 2015 até 30 de janeiro de 2016, no Acre, foram notificados 110 casos suspeitos de febre chikungunya, sendo 75 notificados em Rio Branco, 18 em Xapuri, cinco em Cruzeiro do Sul e 12 em Brasileia.

Dos casos notificados em Rio Branco, quatro foram descartados pelo laboratório referência Instituto Evandro chagas (IEC) e 106 estão sob investigação.

De novembro de 2015 a 27 de janeiro deste ano, foram notificados 100 casos suspeitos de zika vírus.

Devido a uma falha do Sistema Nacional de Migração de Dados, não foi possível obter dados atualizados sobre a dengue.

Situação epidemiológica

“Ainda não temos nenhum caso confirmado de zika vírus e chikungunya. Estamos aguardando os resultados das amostras que foram encaminhadas ao IEC para análise”, informou Eliane Costa, gerente de Vigilância Epidemiológica da Sesacre.

De acordo com Eliane, os governos federal, estadual e municipal estão unindo esforços para o enfrentamento ao mosquito transmissor dessas doenças.

“Temos a Sala de Situação, da qual participam profissionais de diversas instituições e órgãos públicos essenciais nesse combate. Fazemos o monitoramento e intensificação das ações de mobilização, seguindo as orientações da Sala Nacional”, explicou.


Agência de Notícias do Acre