Geral

[Geral][bleft]

Política

[Política][bsummary]

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Vereador PT no AC é acusado de estuprar adolescente

O vereador Lulu Neri que recentemente se filiou ao PT do município de Tarauacá, é acusado de estuprar uma criança de idade ainda não confirmada. O caso vinha sendo mantido em sigilo, mas na manhã de hoje (26), o delegado de Polícia Civil, José Obetânio, confirmou a existência de boatos e comentários na cidade que em tese, o suposto crime tenha sido ocorrido.

Segundo o delegado, a família figura como uma das denunciantes do suposto estupro e deverá ser convocada para esclarecer a situação, assim como o Conselho Tutelar do município. Sem adiantar maiores informações, garantiu que a partir desta terça-feira vai estabelecer a regra do jogo, “exaurindo todos os meios para elucidar o fato já que a Policia Civil foi provocada”, acrescentou.

Depois que foi formulada a denúncia, Lulu apareceu somente ontem na cidade de Tarauacá. Alguns sem conhecimento mais profundo sobre as investigações chegaram a comentar que o vereador estava foragido e que existia um mandado de prisão contra ele.

Na Câmara Municipal a informação repassada na manhã de hoje é que o vereador encontra-se de recesso. A atendente informou o telefone celular de Lulu, mas adiantou: “nós não estamos conseguindo contato com ele nesses últimos dias”.

A reportagem tentou falar com o Conselho Tutelar do município. O telefone convencional que deveria funcionar como plantão, segundo mensagem da OI, não existe. Através da Prefeitura Municipal conseguimos contato da conselheira Samila que recentemente empossada no cargo, ajudou apenas repassando o número de José Carlos, o mais antigo Conselheiro da cidade.

Negando ser o presidente do Conselho Tutelar, José Carlos disse que até o presente momento não se tem nenhuma notícia à cerca do suposto estupro praticado pelo vereador. “A família da vítima em momento algum nos procurou” disse.

Sem querer falar muito sobre as providências que seriam tomada pelo Colegiado, ele repassou o contato de Antônio de Souza Castro. “Tão logo sejamos provocados pela Justiça iremos acompanhar a família da suposta vítima”, disse Antônio.

O OUTRO LADO:
A reportagem tentou durante o início dessa manhã falar com o vereador Lulu, acusado pelo suposto estrupro. Ele não atende as chamadas feitas para o seu telefone celular. A última ligação foi feita as 9h01, direcionada para caixa de mensagem. Vereador Lulu é vice-presidente da Câmara Municipal.
fonte ac24horas