Geral

[Geral][bleft]

Promoção

Promoção
,

Política

[Política][bsummary]

Processo seletivo UNIP-Acrelândia

Processo seletivo UNIP-Acrelândia
,

Polícia

[Polícia][bleft]

Publicidade

Quase 100 casos suspeitos de zika vírus são notificados no Acre, revela Sesacre

Em 2016, foram notificados 510 casos suspeitos de dengue no estado do Acre. A informação é do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e colhe informações da semana epidemiológica 02, que vai de 10 a 16 de janeiro.

De acordo com o boletim, 3 casos (1%) foram confirmados, 72 (14%) descartados e 435(85%) em investigação. No mesmo período, em 2015 registrou-se 1.691casos suspeitos de dengue, destes 1.054(62%) foram confirmados e 637(25%) descartados, observa-se que houve redução de (30%) das notificações e de 62,3% de positividade entre 2015 e 2016.
Com relação a febre chikungunya, foram notificados desde 2015, no Acre, 88 casos suspeitos, sendo 58 notificações em Rio Branco; 15 em Xapuri, 05 em Cruzeiro do Sul e 10 em Brasiléia. 04 notificações do município de Rio Branco já foram descartadas pelo laboratório referência instituto Evandro chagas (IEC) e 84 estão sob investigação

Já o para lidar com o zika Vírus, a secretaria de Estado de saúde implantou as unidades sentinelas. São elas: Upa tucumã, Upa II distrito e HUERB (Regional Baixo Acre), Hospital Raimundo Chaar (Regional Alto Acre) e Hospital regional do Juruá (Regional Juruá).

No Estado, de novembro de 2015 a 20 de Janeiro de 2016, foram notificados 97 casos suspeitos de zika vírus. Uma gestante no 3º trimestre de gestação e duas gestantes no 2º trimestre de gestação, foram notificadas na Maternidade Bárbara Heliodora, além da coleta, foram orientadas sobre a importância do pré-natal e a realização de exames adicionais. Os 87 casos restantes são provenientes das unidades sentinelas de Rio Branco.

Infestação predial

O último Levantamento de Índice Rápido – LIRAa foi realizado no mês de novembro com participação de 16 municípios. O resultado do Índice de Infestação Predial – IIP indica que 04 municípios encontram-se em situação de Risco de epidemia de dengue, 06 em Alerta e 06 em situação Satisfatória e 02 não realizaram o levantamento.
Enfrentamento

Dentre as estratégias, a secretaria afirma que, além da Sala Nacional de Coordenação e Controle, coordenada pelo Ministério da Saúde, para gerenciar e monitorar a intensificação das ações de mobilização e combate ao mosquito Aedes aegypti, no Estado, o Decreto nº 3874 de 17 de dezembro de 2015, institui a sala de comando e controle do Estado do Acre, que é composta por representantes por representantes de instituições públicas.


O decreto prevê que a Presidência da Sala de Comando e Controle será exercida pelo Secretário de Estado de Saúde “ou, na sua ausência, pelo Coordenador Estadual de Defesa Civil, e sua composição contará com titulares e suplentes dos diversos órgãos e entidades que dela farão parte”.